Voltar aos Textos

Há muitas formas de desfazer estas tensões limitadoras do caráter do indivíduo, como a massagem ou o alongamento (prática oriunda do Yoga). Dos vários tipos de massagem, somente a massagem profunda (rolfing), tem por objetivo desfazer os nódulos musculares, descolar as fibras musculares e aponeuroses; mas nesse tipo de tratamento a mudança acontece tão rapidamente que o paciente não tem a oportunidade de experienciar de modo lento e consciente as mudanças e também estruturar a nova forma de comportamento diante das diferentes situações da vida, mas o que é mais importante, é que sendo paciente este não é o autor da transformação interna.

Já no Yoga o indivíduo é o autor da transformação, ele avança segundo as suas possibilidades e sobre a orientação do instrutor que acompanha de perto o seu progresso.

“A soma total das tensões musculares constitui a expressão corporal
do organismo.
A expressão corporal é a perspectiva somática da expressão emocional típica que, em nível psíquico, é vista como caráter”
                 
                Alexander Lowen

“Uma pessoa que experimenta medo, sofrimento ou raiva temporários, coloca seu corpo, na maioria das vezes, numa atitude que o mundo reconhece como a manifestação exterior daquela emoção em particular. Se ela persiste nesta dramatização ou se a restabelece constantemente, formando deste modo, o que em geral se chama de hábito, a organização muscular torna-se fixa. Falando em linguagem fisiológica, alguns músculos se encurtam e engrossam, enquanto outros são invadidos por tecido conectivo, outros ainda são imobilizados pela consolidação do tecido envolvido na parte. Quando isto houver ocorrido, a atitude física é invariável; é involuntária, não pode mais ser modificada na base, nem tomando-se consciência da mesma, nem através de sugestões mentais. Essa fixação da resposta física também determina um padrão emocional. Uma vez que não é possível estabelecer um livre fluxo através dos tecidos musculares, o tônus subjetivo emocional vai se tornando cada vez mais limitador e tende a permanecer nos limites de uma área restrita (chakra). Nesse momento, o que o indivíduo sente não é mais uma emoção, mas uma resposta imediatra a uma situação; daí em diante, vive, se movimenta e é uma atitude.”
                 Ida Rolf
O alongamento muscular praticado no Yoga tem o efeito da massagem. Alongando as fibras musculares e aponeuroses o músculo recupera a sua elasticidade e função, melhora também o fluxo sangüíneo já que ao alongar, o músculo é esvaziado de seu sangue velho e ao voltar ao seu tônus, é carregado de sangue novo, a repetição de alongamento e relax permite um relaxamento muscular maior e permanente e ainda favorece a compreensão dos conteúdos alí registrados. O Yoga não trabalha somente desfazendo as tensões, mas também, estruturando o indivíduo, fortalecendo músculos que até o momento não entraram em ação, já que seus oponentes eram mais fortes e faziam o trabalho sozinhos, esta diferença é que faz do Yoga uma ciência prática de transformação pessoal.

Na visão do Dakshina Tantra Yoga, o corpo deve ser trabalhado de forma a desfazer as tensões e trazer a tona os registros inconscientes formadores da couraça, e também criar uma estrutura interna para que a pessoa possa vivenciar uma personalidade equilibrada, vidrante que é a expressão da totalidade das potencialidades do indivíduo.
Para tanto, nosso trabalho parte de uma avaliação para poder indicar a prática que será sempre personalizada.
Home